Livros | Guardiã - Thais Lopes

17:01

Crônicas de Táiran, livro #4
Autora: Thais Lopes
Editora: Senhor da Lenda
Páginas: 380
Avaliação: ★★★★★
Compre em: Amazon
Sinopse: Thria tem todos os motivos para odiar a Ordem dos Guardiões e tudo aquilo que ela representa - afinal, eles foram os responsáveis pela destruição do seu povo. Mas com a guerra se espalhando, ela precisa deixar a velha inimizade de lado e provar que podem trabalhar juntos.
Sozinha entre aqueles que deveriam ser seus inimigos, Thria não sabe se pode confiar nem mesmo em Edel Ithar, seu único aliado dentro da Ordem. Uma das poucas pessoas que consegue entender as táticas da Coligação, ela sabe que a vitória é quase impossível. E quando todas as esperanças são perdidas, cabe a Thria criar uma saída e uma última chance de sobrevivência.
Thria é a soma de dois mundos que poderiam estar aliados para a guerra eminente, mas um deles acha mais interessante ficar escondido e o outro não sabe como abordar o primeiro.

Há quatro anos ela serve a Ordem dos Guardiões sendo uma Arqui-Guardiã e só conseguiu algum respeito em horas de reuniões por conta da sua eficiência e se torna a chave para chamar para a guerra os povos antigos por conta de ser a herdeira de um legado (que na prática serve pouca coisa, mas pelo menos rende umas tatuagens bonitas).

O passado de Edel Ithar fez com que ele se tornasse um guerreiro com sangue nos 'zóio' e um ótimo estrategista, o moço adora descontar a raiva lutando com Thria e depois de tensões se acumulando e a guerra tocando a campainha querendo espalhar a palavra de Jeová (da treta na verdade), os dois se aliam para o bem maior da galáxia.

Obs.: Crônicas de Táiran tem muita treta e romance.

Guardiã pesa bem mais para as estratégias de guerra do que as cenas de ação, ou seja: não espere espadas e sangue a cada página, porém espere planetas no lugares de torres, espaçonaves no lugares de cavalos, guardiões no lugares de bispos e sofrimento por que está levando check a cada jogada e o check-mate está próximo.

O romance tem o princípio que a gente não cansa de amar: de quase inimigos a amigos, para depois rolar o amor (que todo mundo sabe que foi o que chegou primeiro nesse rolo), Edel é um fofo (raivoso) e a Thria só quer provar que manja das coisas (e consegue fazer isso sem notar).

Fiquei sentindo falta de uma presença maior do casal do primeiro livro e de um maior foco nas sequências de luta, fiquei com um ~delay~ para me tocar que as coisas tinham ido para os ares numa cena, que a única reação que saiu foi: "Ih rapaz......" Que espero muito que um certo elemento que foi a culpa do meu ~delay~ esteja presente no arco da Terceira Era para eu não ter passado raiva à toa.

Coisas 10/10: Cenas da Surrima, armário portátil do Edel, Thria e seu bastão, conexão com o arco da Terceira Era.

Leia também

0 comentários

Obrigada por comentar!
Críticas e sugestões são bem vindas!
Por favor deixe o link do seu blog nos comentários, sempre buscarei retribuir.

Leituras

Facebook

#Recomendo: Séries

Subscribe