Livros | Uma Tocha Na Escuridão - Sabaa Tahir

11:00

Uma Chama Entre as Cinzas, livro #2
Autora: Sabaa Tahir
Editora: Verus
Página: 434
Avaliação: ★★★★★
Compre em: Amazon
Sinopse: O segundo livro da história épica e eletrizante sobre liberdade, coragem e esperança. Ambientado em um mundo brutal inspirado na Roma Antiga, "Uma Chama Entre as Cinzas" contou a história de Laia, uma escrava lutando por sua família, e Elias, um soldado lutando pela liberdade. Agora, em "Uma Tocha Na Escuridão", ambos estão em fuga, lutando pela vida. Após os eventos da quarta Eliminatória, os soldados marciais saem à caça de Laia e Elias enquanto eles escapam de Serra e partem numa arriscada jornada pelo coração do Império. Laia está determinada a invadir Kauf, a prisão mais segura e perigosa do Império, para salvar seu irmão, cujo conhecimento do aço sérrico é a chave para o futuro dos Eruditos. E Elias está determinado a ficar ao lado dela - mesmo que isso signifique abrir mão da própria liberdade. Mas forças sombrias, tanto humanas quanto sobrenaturais, estão trabalhando contra eles. Elias e Laia terão de lutar a cada passo do caminho se quiserem derrotar seus inimigos: o sanguinário imperador Marcus, a cruel comandante, o sádico diretor de Kauf e, o mais doloroso de todos, Helene - a ex-melhor amiga de Elias e nova Águia de Sangue do Império. A missão de Helene é terrível, porém clara: encontrar o traidor Elias Veturius e a escrava erudita que o ajudou a escapar... e acabar com os dois. Mas como matar alguém que você ama desesperadamente?
Primeiramente: estou precisando reler Uma Chama Entre as Cinzas, pois tem detalhes entre as relações dos personagens que eu fingi que lembrava para seguir a leitura, então lá vai um conselho: leiam a continuação com a memória fresca do livro um.

Laia e Elias se tornaram fugitivos e tem um grande preço por suas cabeças, os dois estão se ajudando na missão de tirar o irmão de Laia da prisão, pois ele pode ser a esperança para muitos. Helene é a que ficou para trás, em respeito à sua função de Águia de Sangue e à sua família, mas se torna a encarregada de caçar o fugitivo número um, que é alguém com quem ela se importa muito.

Em Uma Tocha na Escuridão temos três pontos de vista ao invés de apenas dois, agora podemos conhecer mais de Helene e que personagem e que jornada, quem eu ficava aplaudindo no livro um era o Elias, mas aqui é ela, a jovem tem decisões terríveis para fazer, não parece ter um ombro amigo e está cercada de pessoas letais e que não planejam coisas muito interessantes. Mesmo não tendo sido alvo de aplausos estrondosos nesses dois livros, Laia também é uma personagem maravilhosa, não manja de combate ou tem decisões terríveis a fazer, mas é decidida e tem habilidades que pode fazer a diferença em situações ruins.

O livro tem muita "road trip" perigosa no seu início (no geral tem no livro todo), que me deixou fazendo perguntas sobre o que eu tinha achado de incrível no livro um, mas a história vai esquentando e lá pelos 60% do livro começa o tiroteio e não dá para querer mais largar a história, é reviravolta, é explicação de histórico de personagem, é introdução de galerinha nova (um beijo Tas), é nascimento de aliança (ou juramento baseado em interesses?), que me deixou sem fôlego e contando os dias para o livro três.

A figura geométrica do amor (não sei se é triângulo ou quarteto amoroso) funciona com uns poréns ou com explicações que você se esforça para dar, mas eu cheguei num ponto que eu tô com um ship meio doido que devo levar para frente. Relembrando: a série tem inspiração da Roma Antiga, tem personagens diversos, magia e boas doses de violência rolando, mas mesmo em uma realidade atípica os personagens conseguem ser incríveis (além do trio Laia, Helene e Elias).

Leia também

0 comentários

Obrigada por comentar!
Críticas e sugestões são bem vindas!
Por favor deixe o link do seu blog nos comentários, sempre buscarei retribuir.

Leituras

Facebook

#Recomendo: Séries

Subscribe